Compartilhe essa notíciaShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone

A moda agora é Social-commerce, se funciona ou não ainda é uma incógnita – pelo menos no Brasil. Por favor, vamos nos livrar dos cases de super marcas, porque para tais cases um forte investimento foi realizado. Não existe cases de abertura de mercado sem investimento relevante.

Quebrando então essa barreira imposta pelo mito, vamos pensar de maneira mais racional o processo de integração de uma plataforma de Social-commerce para sua Fanpage…
Certamente alguns estão se perguntando o porque estou relacionando o chamado e-commerce para Facebook como Social-commerce já que muitos apóiam a ideia de que Social-commerce é o processo de relacionamento e não o dito processo de venda.

Amigos, no meu modo de ver, tudo o que integra o potencial estratégico da comunicação das Redes Sociais e a interatividade entre cliente e empresa é Social-Commerce, do momento que integramos uma plataforma e-commerce dentro de uma Rede Social estamos buscando levar nossos produtos para dentro de um ambiente de relacionamento, isso é Social-commerce. Ok?

Outro nome dado a esse processo de integração de lojas virtuais com o Facebook chama-se – F-commerce ou Face-commerce. Se ”esbarrar” na rede com um desses nomes, já sabe do que se trata.

Como montar seu F-commerce?

Como consultor e-commerce e gestor de mídias eu tenho que ficar atento em certas novidades que julgo importantes no mercado, claro que F-commerce é bem relevante, mesmo que para nossa realidade atual o quadro seja de grandes fracassos para pequenas e médias empresas.

Já pesquisei e entrei em contato com algumas empresas que desenvolveram uma plataforma para F-commerce e que você pode utilizar dos serviços deles para integração e venda dos seus produtos dentro do Facebook.

Como prezo pela qualidade de atendimento, vou até mesmo (não é jabá) descrever a minha experiência de atendimento junto a Novelo como sendo – Ótima. Eu realmente fiquei surpreso pela disponibilidade da equipe de atendimento para novos negócios da Novelo.

O restante tiveram um atendimento legal, porém comum. Mas satisfatório, lógico. O Zeever não busquei atendimento, porém relacionei ele na lista por ser um dos serviços que tenho observado qualidade.

De todos que pesquisei, soluções gringas e nacionais, os que dou destaque são:

 

Zeever: Solução gringa para f-commerce. Está utilizando até o momento o Paypal como módulo de pagamento, mas já existe especulações de que o PagSeguro poderá ser integrado em breve, sem falar no FacebookCredits.

LikeStore: Possui toda a parte administrativa integrada, facilitando o gerenciamento da sua loja integrada no Facebook, disponibiliza Moip como forma de pagamento, tendo então 15 opções a escolha do cliente. O custo é de 2% por venda realizada na plataforma.

Novelo: O legal da Novelo são as formas de pagamento que são diversas, Moip, Paypal, DineroMail, BankSlip ou PagSeguro.

Loja da Rede Social: Não se tem muita diferença a não ser o pagamento de 3%, mas é uma outra opção que pode aparecer com novidades em ferramentas no Mercado.

Essas são algumas das opções disponíveis e relevantes para integrar ou criar uma loja no Facebook. Vale apena o teste, porém não quer dizer que não necessite de planejamento. Você terá apenas mais uma Aba se não souber planejar essa estratégia direitinho. Cuidado, nem tudo que reluz é ouro.

Sucesso a todos, um forte abraço.

Compartilhe essa notíciaShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone

Sobre o autor

Pai, amigo, filho, cristão e geek... Luiz é consultor para projetos no ambiente on-line, gerente de projetos on-line e escritor/colunista. Apaixonado por leitura e novas tecnologias sempre está adiante do seu tempo e com os pés no chão para conseguir levar cada projeto ao próximo estágio. De perfil estratégico e organizado considera que o sucesso só vem depois da aplicação de muito esforço em função de um objetivo, concentrando-se em metas e alicerçando-se na capacidade de adaptação conforme a necessidade do mercado.

FacebookMore...